Hoje o post seria sobre aplicativos, mas né, se você trabalha ou vive na internet, viu o fuzuê que foi quanto uma “pessoa pública” – ou se acha né, fez mimimi porquê foi mal atendida em um estabelecimento.

Reclamar do atendimento, todo mundo faz – ou deveria, mas quando isso foi devido a uma tentativa frustada de carteirada, não!

Diversos sites comentaram do assunto – se quiser saber mais, leia o da Blogueira Shame que está ótimo.

E eu fico pensando desde quando ser blogueira te dá prioridade em fila de qualquer coisa? Antigamente, sds do mundo blogueiro assim <3, isso aqui tudo era só pro pessoal comentar do seu dia a dia. Falando nisso, esse post que a Vic compartilhou ontem antes dessa confusão mostra o que a internet 2.0, mais especificamente essa nova geração “sou blogueira, sou famosa, vip” não é divertido.

Meus 2 trabalhos relacionados a internet que tive – o anterior e o atual, foram devidos ao meu blog. E acho isso super interessante – pois uso e tenho blog desde 2000 e bolinhas.

Conheço outras pessoas que também conseguiram e cresceram tanto pessoalmente quanto profissionalmente deste jeito. Mas não é dessa forma como essa menina colocou – sou blogueira X, parceira de tal Y que ela teria alguma relevância né? Quantas que na minha visão são relevantes e todos os dias acordam cedo, pegam ônibus, vão pro trabalho e não usam o blog para tentar ganhar ou conseguir algo – li que a pessoa pública quer um patrocinador para poder viajar o mundo todo. Que tal juntar uma bela grana do seu trabalho e realizar esse sonho?

Fica a Dica para você, blogueira ˆˆ