Ok, já contei do meu primeiro dia – e to quase 10 dias sem postar, mas antes de passar pro segundo dia da viagem, vamos falar de algum muito importante: O HOTEL!

Quando falam de Orlando, todo mundo comenta de alguns nomes; Resorts dentro da Disney, Confort In e Rose Inn – que é considerado por muitos, uma segunda casa para brasileiros.E quase foi a casa da moça aqui na cidade da banda na rua de trás…Mas, lógico que comigo tudo é diferente né?

Ahn como assim? Saiba mais após a pausa!

Quando fomos fechar nosso pacote, a Ma, que me ajudou e viu tudinho, falou sobre o Rose Inn, que era o mais prático e todo mundo conhecia – e eu achava ótimo tb, porém toda via e entretanto, não tinha café da manhã incluso.

Mas café é importante?
Bom, tem gente que prefere faze-lo no quarto, mas se você como eu estava no ritmo 1 parque por dia, acordar/tomar banho/preparar café/sair é uma rotina cansativa. Por isso, mudamos para o Internacional Palms que oferecia isso no mesmo período pelo preço do Inn sem café e o melhor, numa localização Chuchu beleza!

O Hotel!Foto não é minha, mas é assim mesmo!

Localização?
Yep! Vendo esse mapa aqui (StreetView), da para ver que eu tinha acesso a dois paraísos na mesma quadra: o DQ e Walgreens! Ok, pode parecer loucura, tem um KFC ali do lado também, mas eu adorei um kit do DQ quando comi, que repeti a dose! Mas voltando a localização, quase em frente tem um ponto do I-drive (que eu comento no dia que eu citar!) e na outra esquina um I-Hop!

Partindo dele, o Universal Studios fica a menos de 10 minutos e o complexo Disney a uns 25 minutos. Perto não é? Sem contar que com a linha de ônibus que eu citei acima, eu conseguiria ir ao Sea World e as Outlets tranquilamente (exceto pela mala…).

Outra coisa legal é que em frente existe umas lojinhas e um mercadinho para emergências – como um cadeado, ou um refrigerante!

Para de falar da localização, me conte sobre o Hotel!
Haha, eu sou chata né? Mas é que antes de falar do hotel eu precisava localizar vocês. Bom, eu e o Pe ficamos na Torre, que é considerada a ala nova – pois passou por reforma recentemente. Como chegamos as 17:30 e corremos para o DD, só vimos o quarto com calma quando voltamos né? Espaçoso, a criança – no qual ficamos no 7 andar, é bem amplo, e a recepção fica no prédio pequeno (onde ficam também o salão para café da manhã, um bar, a piscina e o acesso a alguns outros quartos. Então todo dia, passamos por lá para tomar nosso café.

O atendimento da recepção foi nota 10, principalmente porque eu tinha uma encomenda para receber e uma pessoa atrás de mim logo no dia que cheguei. O único porém é que a reserva tava no nome do Pe, e ai acabou deixando todo mundo meio perdido, mas deu tudo certo, já até sabiam meu sobrenome! Se era preciso acordar cedo, me ligavam sem problemas! Olha que amor!

E dentro é um amor. O elevador não é bonitinho, mas rápido e eficiente!

Já o quarto: cama King Dupla – super útil quando você chega cansada, uma mesinha para comer algo, tv com controle e canais a cabo – OiGlobointernacional; e uma mesa para usar o computador – que levei daqui com a nota fiscal. O banheiro era ótimo, divido entre um espaço com espelho e bancada, além da pia, e a banheira com chuveiro- que devo falar que amei e quero uma #mimimi. Um fato é que tínhamos que deixar o ar condicionado ligado 24/7 devido a umidade da Florida, mas nem atrapalhou, sendo nos dias de frio mais quente que o exterior.

Veja algumas fotos:

Zona do casal no dia de compras Vao central do hotel

Então, eu super recomendo o hotel, os esquilos que passeiam pelo estacionamento são uma graça, e dá para passear pelas redondezas a pé. Para mais algumas fotos, visitem o site.

Ps: Ah! Uma dica é tomar o café no hotel! No Internacional era cheio de wafles para fazer na hora, bacon, cereais e frutas, é pratico e rápido! Se seu hotel conta com isso e sua programação é intensa, é uma preocupação a menos!