Quem lançou cd hoje nos serviços de streaming? Aquela boyband linda que euzinha aqui amo. E vim separar aqui um pouco o que achei das faixas.

Bora separar seus posters, cds e gritar como uma teenie alienada?

Os Backstreet Boys lançaram hoje seu novo álbum. Se você ainda acha que a banda acabou e voltou em 2014, acessa essa categoria que explico bastante onde a banda estava – spoiler: ela nunca acabou. E eu venho contar o que eu achei.

Se você – acho difícil – nunca ouviu falar dos Backstreet Boys, vamos recapitular:

A banda formada em Orlando em 1993, teve seu primeiro álbum lançado em 1995 com os hits “Quit Playing Games (with my heart)” e “I’ll never break your heart“.


Trabalhamos com Kevin Molhado sempre!

Em 1997, tivemos uma renca de sucessos no segundo álbum “Everybody (Backstreet’s Back)“, “As Long as you love me“, “All I have to give“.

Depois, veio ele o terceiro álbum que com certeza você ouviu aquele primeiro single que é 100% em 100% das playlist de anos 90! (Se não matou a charada, é “I want it that way“).

E o resto é história com entrevista no TRL que parou o mundo durante o anuncio da internação do A.J. em meio a uma turnê estourada do quarto álbum.

De 2004 até agora, o Kevin saiu, o Kevin voltou…. e o grupo já lançou mais 4 álbuns.

Ufa! Pronto, chegamos em D.N.A!

E ai, eu separei as faixas e o que achei de cada uma! Vamos lá?

1. “Don’t Go Breaking My Heart” (3:35)
É a faixa mais conhecida, e não vem me falar que não pois provavelmente você ouvi nas rádios de pop, tocando entre outras bandas e se surpreendeu quando ouviu o nome “Backstreet Boys”. É uma delicinha, e ganha uma nota 8.5/10

2. “Nobody Else” (3:38)
Uma faixa pop romantiquinha com batidinha que segue um pouco a fórmula campeã da banda, é gostosa e tem um vocal bem legal. Gostei e pode ser uma surpresa ao vivo! Nota 8.5/10

3. Breathe” (3:06)
Se vocês nunca viram uma música à capela dos BSB essa faixa pode mostrar bem como a harmonia vocal deles é boa. A faixa tem aquela levada típica e ótima para dia de chuvas, e foi uma que deu muita esperança para algumas fãs que não estavam crentes neste álbum! Nota 9.5/10

4. “New Love” (3:00)
AH! Me lembra muito as faixas de “Unbrekable”, que é uma dos meus trabalhos favoritos da banda! Como não amar né? Já me vejo andando por aí e batendo a mãozinha junto com a batida, delicinha! Nota 10/10

5. “Passionate” (3:43)
Me soa alguma outra banda conhecida, mas cai muito bem ao grupo! Amei essa faixa, e pode ser um forte single viu gente? Lembra bem a banda com a questão dos estalos, mas tem uma pegada mais rádio! Nota 9.5/10

6. “Is It Just Me” (3:37)
Boa faixa, mais decai um pouco em relação as outras duas. Soa como as faixas que estamos acostumados a pensar que os boys produziriam. Mais levadinha, uma batida mais básica – eletrônica e abusando dos falsetes do Howie. Dária um ótimo clipe? SIM! Nota 9.0/10

7. “Chances” (2:52)
Foi o segundo single, e gente, quem nunca pensou o que pode acontecer quando se tem uma nova chance? Por sinal, em uma entrevista o ano passado Nick – sempre ele, quase deu com a língua nos dentes e contou mais sobre essa faixa! Nota 9.5/10

8. “No Place” (2:59)
Pop romantiquinho de rádio típico dos Boys, é uma faixa que o clipe mostra os cantores com suas famílias e coloca que não importa onde estejam não existe lugar como próximo delas. Nota 9.0/10

9. “Chateau” (3:08)
Um pop que começa com vocal do Howie, e surpreende pela mudança das batidas, mas um vocal potente de todo o grupo e marca um pouco como todos são bons cantores. Ainda não sei bem o que acho dela! A letra é ótima! Nota 8.5/10

10. “The Way It Was” (3:26)
Uma daquelas faixas que vejo totalmente os boys de chapéu e microfone na frente fazendo coreografia como ocorria em algumas outras faixas em turnê. É bem a levada calma que eles fazem para colocar os cantores pra fora! Nota 9.0/10

11. “Just Like You Like It” (3:42)
Como a faixa anterior, é mais calma e vem na ideia de relax, tem uma pegadinha na minha cabeça de country, e tem o vocal bem foda do A.J. do estilo que eu gosto! Nota 9.0/10

12. “Ok” (2:31)
Faixa gostosinha bem daquelas de sentar e pegar o violão pra tocar. Sem muito efeito e muita palma e estalo de dedo, algo que combina bem com o grupo né? Letra gostosinha também e forte ganhadora de bons momentos na turnê. Nota 9.0/10

O que eu achei como um todo?
Achei bem melhor que “In a World Like This”, principalmente por reforçar os pontos fortes da banda. É um cd mais leve, e que tranquilamente dá pra se ouvir em qualquer momento, em qualquer lugar. Os meninos conseguiram por sua personalidade no estilo musica que a galera tá ouvindo e fico orgulhosa com isso 😀 Quem iria imaginar que 25 anos ainda teríamos a banda por aí né?

Quer ouvir o álbum completo ou adiciona-lo nas suas plataformas favoritas de streaming?

Spotify / Apple Músic

PS: Sim, o cd vai sair em versão física no mundo todo, inclusive no Brasil, mas por aqui apenas em Fevereiro. No Japão tem faixas bônus, mas isso só vai ser tema de um Post bem legal do Top 10 em breve!

Onde comprar? Submarino / Livaria Cultura / Americanas.com / Livraria Curitiba e Shoptime

E você, já ouviu D.N.A? Não esqueça que a faixa que abre o álbum tá concorrendo ao Grammy hein gente! Me deixa ai nos comentários sua opinião.