UHu! E já começamos março como? Empolgadas com o show de ontem a noite dos Backstreet Boys no Viña del Mar! Se você não está entendendo nada vou recapitular um pouco neste post como o Chile se dá bem com essas turnês.

Backstreet Boys

Hora de fazer a gaivota com a mão e dar uma de Backstreet Boys que não entendeu nada no Viña Del Mar!

Antes de falar do show de ontem, precisamos voltar até 1998: Backstreet Boys estavam estourando aqui na América do Sul e todos os paises queriam a turnê que deu origem ao DVD Homecoming, mas nós Brasileiros ficamos de fora! Ela foi pra Argentina e Chile na época, se não me engano.

Basicamente é uma das minhas tour favoritas, e fiquei muito puta que não veio para essas terras, mas né? Pelo menos as mp3 da época existem.Na época, esse show algo grande porque eles eram o nome mais estourado na época – e isso pré Millennium viu gente?

Deu pra entender o quão importante esse show foi? Coloque na conta mais uma informação: Foi dentro do Festival Viña Del Mar, um dos mais importantes da música do mundo todo.

Ficou curioso? Têm o show na integra aí embaixo:

Feito isso… Só uns 21 anos depois…Toda aquela história que eu sempre conto quando falo dos boys…

Quando os Backstreet Boys foram anunciados para a edição de 60 anos do Viña MUITA gente colocava que seria a nova turnê, mas eles falaram que não, que seria um misto do que estava sendo feito em Vegas. Sim, vocês não estão loucos, eles falaram que iam trazer algo bem similar a Vegas.

Ou seja, tivemos aqui na nossa parte com a turnê que ninguém achou que viria né? E posso dizer: QUE EMOÇÃO. Fucei a internet toda porque a querida da FoxLife no Brasil não transmitiu bem pelo meu Foxplay – obrigada Twitch Chilenos e App do Viña, para poder assistir e gente, é estranho!

Eu já falei muito aqui no blog como os meninos são importantes na minha vida – se você não sabe, clica aqui que tem todos os post sobre isso.

Então ver essa turnê depois que DNA causou no mundo torna esses shows mais especiais. Mesmo tendo sido um show de quase uma hora e meia, uns apresentadores não falando bem inglês, valeu a pena assistir.

Um dos fatos legais foi que eles trouxeram os dançarinos, mas esqueceram de videos de telão: show de turnê é diferente de residência então não fica tanto tendo de palco sem nada ou só com som ambiente. Eu ainda não acredito que voltaram a fazer essa besteira. Será que vai ter isso na DNA Tour? Ou vão conseguir podar as besteiras que acontecem por motivos não atrelados a eles?

Voltando ao foco do show, e não da minha raiva pelas merdas que rolam quando cagam turnês, poder analisar ambos os shows mostra como eles mudaram: a voz do Brian do jeito que a gente sabe; o Nick do sem nada na cabeça, para pai de família; AJ com os grisalhos em vez dos fios coloridos; Kevin chorando mais que mulher em TPM e Howie, sendo ele né?

Outra coisa que me chamou atenção: tivemos as faixas em espanhol! Ah, ouvir “Nunca Te Hare Llorar” ao vivo é tipo 1 em 1093848833 milhões de vezes, tipo ganhar na loteria. E teve também “Donde Quieras Yo Ire”, outra faixa que só rola em países de língua espânica.

Se ficou curioso com o show, pode ficar feliz: Tá aí embaixo para quem quiser assistir.

Me diga, você também acha as Chilenas sortudas? Queria esse show por aqui? E o palco gente? Lindo né?