Se você como eu estava nesse período de festas olhando as redes sociais deve ter visto com surpresa o anúncio de que o serviço de streaming Netflix comprou os direitos para uma novela/série de “Rebelde”, mas é isso mesmo?

Pegue sua gravata, seu CD e vem comigo analisar a fundo o assunto.

Todo mundo que foi adolescente / jovem adulto nos anos 2000 e poucos no Brasil deve ter passado pelo furacão “Rebelde”, novela que passou no SBT e era uma versão do título “Rebelde Way ” da Argentina.

Como assim “Rebelde” é uma adaptação?

Na verdade, a novela da Televisa é uma das várias versões para o título escrito por Cris Morena – a mesma de Floribella e Chiquititas, criou e foi vendido para diversos países.

E quando saíram os boatos da versão da Netflix todo mundo já foi pensando no sucesso de 2004 que foi adaptado por Pedro Damian e gerou o fenômeno RBD (e meu trauma eterno Ponny).

Até porque este ano RBD completou 10 anos de separação (chorando em espanhol), e o produtor executivo falou que vai sair o bendito documentário.

Mas na verdade o que vai acontecer é: Netflix comprou os direitos e vai sim, fazer a sua versão. Isso quer dizer, a sua releitura, como ocorreu até mesmo no Brasil em 2009, com aquela novela (ecow) feita pela TV Record.

Isso é de todo ruim? Vamos analisar alguns dados pelos quais fomos agraciados esse ano:

– Em 2008 quando RBD se encerrou, o contrato dos direitos junto a Cris precisavam ser renovados. Sim, Poncho falou disso este ano;

– Poncho e Maite já estavam com outros trabalhos engatilhados e sairia caro para Pedro Damian renovar algo que nem sempre 2 de seus 6 membros pudessem estar;

– Poncho decidiu que não queria mais cantar e somente se dedicar a atuação e a gente sabe que alguns anos depois, ele caiu em Sense8 (Netflix);

– Esse ano com os festejos dos 10 anos, a banda voltou a todo vapor sendo várias vezes Trending Topics do Twitter (rede que os ama pra kct);

– Ucker fez Diablero pra Netflix;

– Maite lançou um músicas novas mas não tem novela prevista, mas tá fazendo cinema;

– Christian está terminando sua participação em “Like” e tá viajando o mundo;

– Anahi, bom a gente sabe o que a Anahi tá fazendo

Tão ligando os pontinhos?

Será que a Netflix está pensando em um especial com a banda e precisa dos direitos já que a banda é derivada do seriado?

São apenas de 10 a 20 capítulos, o contrato da Anahi deve acabar em breve (se vocês não sabem o que é, clique aqui) e eu bem que veria tu-do feliz da vida.

Mas mesmo que não seja essa minha ideia louca, é claro que vou ver o primeiro capitulo – não gente, da versão BR eu não vi nem um trecho sequer, e tentar dar uma chance. Super amaria ver a galera do México participando, claro!

A gente só vai saber realmente o que será feito quando a Netflix anunciar algo, mas lembrem-se: o que a Netflix comprou foram os direitos de “Rebelde Way”, não de “Rebelde” da Televisa, porém as duas chegaram a um acordo para recolocar alguns títulos no catálogo. Por isso meu coração MyM tá aqui Tremblando!

Ps: Se você achou estranho o motivo desse post aqui no blog, é só procurar nos 50 fatos sobre mim que falo que Mia é um dos meus personagens favoritos e sim, eu fui em 2 shows da banda! #SDS! Além disso, meus blogs antigos tinham algumas referências a novela, e eu contei quase tudo o que rolou na época dos shows. Prometo colocar esses post aqui no histórico.

E você, já tá preparado para mais uma versão de Rebelde? Como será a nova Mia? Ou teremos uma velha Mia?