A DC anda meio complicada em relação ao seu Universo – caso não saibam Eizra Miller e Ben Affleck não estão mais no DCU, mas um novo personagem chegou as cinemas hoje. Vamos falar daquele herói que grita e todo mundo sabe quem é!

Shazam!

Shazam! (Shazam!)
Ano: 2019
Gênero: Aventura, Comédia
Tempo de Duração: 132min
Atores: Zachary Levi, Asher Angel, Mark Strong, Jack Dylan Grazer e Djimon Hounsou.
Sinopse: Billy Batson (Asher Angel), tem apenas 14 anos de idade e recebeu de um antigo mago o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam (Zachary Levi). Gritando as palavras mágicas, o adolescente se transforma nesse ser poderoso, que acredita que tudo pode ser diversão, mas ele irá aprender a controlar seus poderes para enfrentar o malvado Dr. Thaddeus Sivana (Mark Strong).

Adendo antes de começarmos a falar do filme: eu vi numa sessão de pré-estreia agora na quarta-feira, então estou com o ele fresquinho na cabeça.

Quando ouvimos que estavam fazendo uma aventura com um super-herói que boa parte da galera conhece das animações da DC já fiquei feliz e pensei: EBA, vamos finalmente ter um DCU né, mas…

O filme é produzido pela New Line junto à DC, um braço da Warner Bros, o que já difere dos outros filmes da turma do Supinha e Batman. Então isso já dá para saber que o tom será outro.

Dessa vez, com a direção do David F. Sandberg, antes de conhecermos o herói, já levamos um choque com a história do Thaddeus, que ainda novo sofreu um acidente de carro com sua família, tudo isso após uma visão. Ah essas cenas se passam em 1971. Já lembrou que outro estúdio faz algo no mesmo gênero?

Shazam!

Passados vários anos, somos apresentados ao Billy, um jovem que não teve uma infância muito fácil e tudo o que deseja mais na vida é encontrar o seu lugar, e isso é o ponto principal para se sentir deslocado.

Mas um dia, após ajudar seu amigo Freddy – um viciado em super-heróis, de dois Bullys ele encontra um mago, que diz que ele precisa ter o coração puro para ter o poder maior…E aí a parte engraçada do filme começa.

Zachary Levi, que você deve conhecer de “Chuck”, “Thor: Dark World” ou como eu, a voz do Eugene de “Enrolados“, consegue dar um tom de bom humor ao jovem que está descobrindo seus poderes. Só que sabe aquela coisa de fazer alguma coisa sem pensar nas consequências? Bom, Billy aprende do jeito mais difícil que seus atos podem traze-las.

Se você assistiu “Aquaman“, deve se lembrar da pegada meio Summer Movies, que a gente gostava muito nos anos 90, e eu senti isso assistindo “Shazam!”. Ele é um filme fácil, que não se precisa saber nada do passado do herói, já que Billy está com você aprendendo quem é!

Shazam!

Não esqueça que teremos muitas referências aos outros amigos de “Shazam!” na Liga – em cenas, falados e até no final do filme – Spoiler? Maybe! São duas cenas prós créditos hein. Por sinal, os créditos são um deleite de referências.

A única coisa que me incomodou foi o excesso de enchimento pra roupa do Levi, tava meio estranho. Dá para fazer alguma coisa sem exagerar hein, DC!

Algumas curiosidades: o filme é produzido por ninguém mais ninguém menos que Dwayne Johson, que está ligado ao herói, pois será o Adão Negro. Mas não, ele não aparece no filme! O outro produtor do filme é Geoff Johns, produtor de “Aquaman” (lembra que falei que o tom é parecido) e de uma série queridinha dos fãs, “The Flash” e “Young Justice”.

Se eu gostei? Vale o ingresso, principalmente agora que eles (DC) precisam se reencontrar. Talvez voltar ao inicio é uma boa dica né?

Confira o trailer:


E você, vai assistir “Shazam!”? O que achou? Também ficou curioso com o final?