Provavelmente você chegou aqui no Nerdiva pelo meu post do MCU, mas eu também tenho uma linha similar do DCU, que seria a versão da linha do tempo para os filmes da DC.

Salvar DC Cinema

Porém, nos últimos anos alguns filmes não foram bem sucedidos e com isso veio um pensamento coletivo: Como salvar os filmes?

Sente, relaxe, e bora ler o post?

Salvar a DC no Cinema?

Ok, pode soar estranho pois eu amo o MCU, mas eu cresci vendo Super-Homem do Christopher Reeve. Então, eu tenho um amor muito grande com esse universo, porém desde “Superman: O Retorno“, e sabendo que algumas decisões não são do estúdio, fiquei com o pé atrás.

Eu sei que muita gente ama o arco que o Christopher Nolan criou, mas é só 1/019298838383 avos. Lembrando isso, quando foi se dito de um reboot para o Supinha, fiquei em alerta.

A gente entende que muitas pessoas olham para um tom mais denso como o perfeito, porém a DC sempre trouxe esperança em alguns de suas histórias de quadrinhos e animações.

Cada ano que passava, pedaços dos elementos que foram trabalhos tão primorosamente pela Marvel, eram colocados de forma acelerada, sem estudo ou até mesmo cuidado pela DC.

E foi aí que a receita pro cinema desandou – podemos colocar como chave final a saída do Ezra Miller em meio a produção de um personagem. Mas enquanto isso na TV…

Tivemos o surgimento de dois monstros: Arrow e Flash! Quem nunca ouviu falar dessas séries deve morar em algum lugar sem Internet, Netflix ou até mesmo TV Globo.

Com baixo custo – os atores não possuíam durante sua estreia grande relevância, sendo fieis à alguns enredos, fazendo fanservice com os crossover, eles trabalhavam tudo de forma respeitosa.

Todo mundo esperava ver isso no cinema, não é?

Mas o que isso têm a ver com salvar esse universo?

Muito! Se você assistiu “Mulher-Maravilha“, “Aquaman“, a série “The Flash” e a animação “Justiça Jovem” viu em comum? Histórias simples que qualquer um – até aqueles não muito fãs de super-heróis podem acompanhar. E isso amigos é o pulo do gato!

Além do que já coloquei acima, eles têm um nome em comum: Geoff Johns! O produtor e autor de diversas animações da DC conhece como ninguém os personagens, mas também conhece o público que se apaixona por eles com episódios de 45 minutos.

Ele praticamente deu o tom também em “Shazam!” que trás o que já citei ai acima: leve, qualquer um pode conhecer assistindo os filmes e não precisa ler tudo nos quadrinhos antes. Onde a gente já viu isso? Naquele outro universo né?

Só ficar de olho quem é o produtor dos próximos filmes…

Tá, mas o que você faria, Tay?

Me? Fácil! Traria alguns atores mais low-pro para os filmes e começaria do zero, claro que as boas escalações de manteriam. Meus escolhidos?

Brandon Routh volta como S – mesmo fazendo um bom Atom em “Legends of Tomorrow”
Gal Gadot como Mulher Maravilha
Grant Gustin como Flash – por ja ser conhecido do grande público
Nathan Fillion como Hal Jordan – sei que tá velho, mas ele é uma das vozes
Molly Quinn para Supergirl – voz da personagem nas animações
Zachary Levi como Shazam – mesmo ele sendo o Eugene prá mim, mandou bem no filme
Stephen Amell como Arqueiro Verde

Batman, Ciborgue, e outros personagens deveria ser atores mais simples, meio desconhecidos – assim a gente conheceria eles junto com os atores.

E os filmes fossem como as animações: você já sabem quem eles são, revisita em alguns momentos suas origens, mas trabalha bem os individuos antes de uma nova “Liga da Justiça”.

Dá pra ter esperanças, assim não?

Provavelmente você chegou aqui no Nerdiva pelo meu post do MCU, mas eu também tenho uma linha similar do DCU, que seria a versão da linha do tempo para os filmes da DC.
Salvar DC Cinema
Porém, nos últimos anos alguns filmes não foram bem sucedidos e com isso veio um pensamento coletivo: Como salvar os filmes?

E você, como acha que a DC pode salvar seu universo no cinema? Me de a sua receita? Acha que devem organizar como na TV?